jump to navigation

É proibido fumar Maio 30, 2008

Posted by 50minutos in Debate.
add a comment

A cada ano, cerca de 200 mil brasileiros morrem por causa do cigarro.

As pessoas viciadas em nicotina têm o mesmo comportamento dos dependentes de heroína e cocaína. No Brasil, cerca de 20% da população é fumante. E um dado importante nesse cenário é que as classes de nível socioeconômico mais baixo fumam mais. Cerca de 90% dos fumantes ficam dependentes da nicotina entre os 11 e os 19 anos de idade, mas a grande concentração de fumantes fica entre os 20 e 49 anos. A região Sul é onde existem mais dependentes. No total, são mais de 42% dos habitantes. No Nordeste eles não passam de 31%. E não é para menos, pois O Brasil é o maior exportador e quarto maior produtor de tabaco no mundo. Mas isso não é tão positivo assim. As doenças causadas pelo consumo de tabaco matam três milhões de pessoas no mundo. E a expectativa é que até 2020 os óbitos cheguem a 10 milhões. Vale também dizer que o tabagismo hoje, mata mais que a soma das mortes por Aids, cocaína, heroína, álcool, suicídios e acidente de trânsito. E se você não fuma, odeia cigarro, mas mora com um fumante ou trabalha num ambiente poluído, a saúde pode estar em risco. Geralmente pais, filhos ou cônjuges de fumantes também são fumantes. Mas nesse caso fumantes passivos. As pessoas que vivem com um fumante por cinco anos têm o dobro de chances de contrair enfisema ou doença pulmonar crônica. Segundo uma pesquisa publica pelo jornal médico britânico, o fumo passivo aumenta o risco de problemas respiratórios, de visão e cardiovasculares. Hoje, as doenças causadas pelo tabaco são responsáveis por um gasto de mais de 200 bilhões de dólares da economia de todos os países do mundo. O dia mundial sem tabaco, 31 de maio, foi criada pela Organização Mundial da Saúde para alertar as pessoas sobre os males causados pelo consumo do cigarro. Dezenas de eventos acontecem nos quatros cantos do Brasil com o objetivo de reduzir os grandes malefícios do fumo na saúde das pessoas. A Igreja Adventista do sétimo dia não está fora dessa luta. O curso como parar de fumar é apenas um dos vários projetos de responsabilidade social e cidadania promovidos pela igreja. A organização adventista entende que o problema é alarmante, pois a cada dez segundos uma pessoa morre no mundo vítima do cigarro. Só aqui no Brasil são mais de 200 mil mortes por ano. Por isso, se você é fumante ou tem um amigo ou parente fumante, procure a igreja adventista mais próxima de sua casa, ou ligue para o projeto Deixe de Fumar no telefone (11) 5542-4526

Preservação da Mata Atlântica Maio 29, 2008

Posted by 50minutos in Debate.
add a comment

Hoje, resta apenas 7,36% da Mata Atlântica original do Brasil.

 

A Mata Atlântica é a segunda floresta tropical mais ameaçada de extinção no Planeta. Atualmente, resta no Brasil cerca de 8% dos 1.350 quilômetros quadrados originais. O processo acelerado de devastação começou nos últimos 50 anos. O prejuízo ambiental é resultado do crescimento urbano, da industrialização, da expansão das fronteiras agropastoris, da abertura de estradas, da extração mineral e da produção de energia. a Mata Atlântica já cobriu terras do Ceará até o Rio Grande do Sul. E tem essa denominação porque acompanha quase todo o litoral brasileiro. Mas a floresta não aparece só perto do mar. cerca de 100 quilômetros do interior da região nordeste e mais de 500 quilômetros do sul brasileiro também abrigam mata atlântica. A Constituição Federal de 1988 conferiu à Mata Atlântica o status de patrimônio nacional. Esse fato proporcionou a ampliação da discussão sobre a conservação e uso dos recursos naturais. Em 2006 o Governo Federal sancionou a lei 11.428 que protege a Mata Atlântica nas diferentes formações. Ou seja, tanto como Floresta quanto como ecossistema. Na época do descobrimento do Brasil, a Mata Atlântica era uma área contínua de norte ao sul do país. Mas hoje, restam aproximadamente 8% da vegetação e a maior parte se encontra fragmentada. Mesmo assim, a Mata Atlântica ainda é um conjunto florestal complexo. Na floresta vivem cerca de 20 mil espécies de plantas, um milhão e meio de espécies animais. A defesa da Mata Atlântica e da biodiversidade depende dos avanços na legislação, fiscalização e conscientização. As leis em vigor não têm sido suficientes para evitar a degradação da Mata Atlântica. Isso porque a floresta está presente em 17 estados com leis e regras diferentes. Por isso, é recomendável um corpo de leis aplicável em todos os locais, não permitindo legislações heterogêneas ao longo do bioma e respeitando as peculiaridades ambientais de cada região.

Atleta especial Maio 28, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
1 comment so far

Segundo o último censo do IBGE, existem quase 25 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência.

 

As atividades físicas, esportivas ou de lazer possuem valores terapêuticos. Correr, nadar, saltar ou pular. Tudo vale à pena quando o objetivo é adquirir benefícios físicos, emocionais e sociais. Mas quem pensa que a prática esportiva é só para pessoas hábeis nos exercícios, está enganado. Os portadores de necessidades especiais também vão para as quadras e dão show bola. Para eles, essa é a oportunidade de testar os limites e as potencialidades. Além de prevenir o corpo contra enfermidades e promover a integração total do indivíduo com a sociedade. A escolha da modalidade esportiva pode depender de vários fatores. Desde a preferência pessoal até os materiais e locais adequados. As modalidades esportivas praticadas por deficientes físicos, como os portadores de poliomielite, lesões medulares ou cerebrais e amputados, já conseguem estimular o desenvolvimento humano e a inclusão social. Um bom exemplo são as Paraolimpíadas. Nesse evento, centenas de atletas portadores de necessidades especiais provocam gritos de euforia na arquibancada e conquistam vitórias que vão além de uma medalha ou troféu. Para eles, o êxito significa superação e igualdade. As atividades esportivas para portadores de deficiência física mais conhecidas são o Arco e Flecha, Atletismo, Basquetebol sobre rodas, Ciclismo, Futebol, Halterofilismo, Natação, Tênis de Campo, Tênis de Mesa Voleibol e outras.

Desafio radical Maio 28, 2008

Posted by 50minutos in Você sabia?.
add a comment

Você sabia que praticar esporte é uma forma de os portadores de deficiência redescobrirem a vida de uma forma ampla e global. Abraçar uma atividade física pode transformar o dia-a-dia de um atleta especial e ainda fazer bem para a saúde do corpo e da mente. Movimentar-se é a palavra de ordem. Não importa se o atleta tem como objetivo jogar profissionalmente ou de forma amadora. O importante é procurar uma modalidade esportiva que se ajuste as condições e limites. Parece quase impossível, mas os esportes radicais são exemplos disso. Pode ser no ar, praticando vôo livre, na terra, com o atletismo, ou na água, mergulhando fundo no surf. Tudo é possível para quem tem força de vontade. A prática de atividade física tanto por competitividade quanto por diversão pode trazer benefícios físicos e psicológicos. Agilidade, equilíbrio, força muscular, coordenação motora, resistência física, velocidade, ritmo e tantos outros benefícios. O esporte ainda melhora da auto-estima, aumenta a integração social, redução da agressividade, estimula à independência e autonomia e desenvolve a capacidade de resolução de problemas. Mas é claro que o desportista precisa respeitar as limitações e as normas de segurança.

Sem preconceito Maio 28, 2008

Posted by 50minutos in Boa idéia.
add a comment

 

Segundo o último censo do IBGE, existem quase 25 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência. Esse dado representa 14,5% da população. Mas esse grande grupo de pessoas raramente participa de atividades físicas e sociais. A primeira razão para isso é a falta de acessibilidade. Depois surge o preconceito das outras pessoas. Para auxiliar e garantir um convívio mais natural e espontâneo, a boa idéia de hoje é informação. Por isso, o programa 50 minutos explica qual é o melhor comportamento ao encontrar uma pessoa com deficiência. O primeiro passo é não ter receio de fazer ou dizer alguma coisa errada. é fundamental agir com naturalidade. Não faça de conta que a deficiência não existe. Aceite a deficiência. Quando quiser alguma informação de uma pessoa com deficiência, dirija-se diretamente a ela e não aos acompanhantes. Não subestime as possibilidades e nem superestime as dificuldades. Sempre que quiser ajudar, ofereça ajuda. Mas Espere a oferta ser aceita, antes de ajudar. Na hora de convidar uma pessoa com deficiência para sair, saiba antes sobre as características e acessibilidade do local. A falta de informação pode frustrar as expectativas. E, lembre-se, as pessoas com deficiência são como você. Têm os mesmos direitos, os mesmos sentimentos, os mesmos receios e os mesmos sonhos. Caso ocorra alguma situação embaraçosa, uma boa dose de delicadeza, sinceridade e bom humor nunca falha.

Economia doméstica Maio 27, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

Mais importante do que aprender a ganhar dinheiro é saber gastá-lo.

Muita gente se assusta com a fatura do cartão de crédito ou o saldo da conta corrente no final do mês. Saber administrar o próprio dinheiro não é tarefa fácil. Principalmente num mundo cheio de vitrines coloridas e anúncios provocantes. Às vezes, parece quase impossível evitar aquele sapato novo ou o serviço de internet na promoção. Mas o fato é que o brasileiro precisa dedicar mais de dois terços do salário em alimentação, aluguel, água, luz, telefone e transporte. Diante disso, muito mais importante do que aprender a ganhar dinheiro é saber gastá-lo. Ao final de cada mês algumas pessoas quase enlouquecem tentando ajustar o salário com as despesas. Muitas famílias acabam no vermelho sem saber o porquê. E quando isso acontece, muitos culpam o patrão ou a empresa, pois acham que são mal remunerados. Em alguns casos essa é a razão, mas geralmente o que acontece é que as pessoas não fazem um planejamento financeiro. Não adianta sonhar com possíveis aumentos de salário. Se os objetivos exigem uma renda maior, é vital buscar um trabalho extra ou informal. Mas o orçamento deve estar preso a uma situação ou renda real. Para quem pretende comprar um imóvel, carro, fazer uma viagem, comprar coisas para casa ou investir no futuro profissional o segredo é planejar e economizar. Mas é claro que isso depende de muita disciplina e controle.

Planejamento financeiro Maio 27, 2008

Posted by 50minutos in Boa idéia.
1 comment so far

O planejamento financeiro é fundamental para quem pretende sair do vermelho e acabar o mês com dinheiro no bolso. Por isso, a boa idéia de hoje é planejar. Para ajudá-lo nessa tarefa, o programa 50 minutos preparou algumas dicas para economizar dinheiro e reduzir custos. O orçamento deve estar alinhado aos objetivos individuais, ou no máximo, da família. Para conseguir um bom controle orçamentário, é importante administrar todos os gastos e envolver todos que fazem parte das despesas. Com isso todos saem ganhando. Fazer um controle das despesas, não significa que a família vai ter que passar necessidades, ou ficar apertada. Portanto, planeje muito bem o orçamento. Estabelecer regras e definir prioridades é o primeiro passo. Isso significa que se você tem uma boa geladeira, mas mesmo assim precisa ser trocada por uma maior e, ao mesmo tempo precisa de um microondas. Porque não comprar o microondas e adiar a compra da geladeira? Outro ponto importante é ter um plano de gastos ou aplicações. Desse modo, a família evita furos, pois os juros de cheque especial ou as retiradas de aplicações podem gerar perdas. E para que o orçamento possa funcionar, é necessário considerar os desejos e objetivos de todas as pessoas da família. Contudo, o planejamento deve ser realista. A redução não pode ser radical. Mas deve contar com possíveis manutenções em sua casa, trocas ou consertos de eletrodomésticos ou outras eventualidades. Administrar a vida financeira significa gastar dentro dos limites do que se ganha. E para ter bons resultados, é inevitável ser firme e constante, até conseguir o objetivo ou a meta.

Gestão de negócios Maio 26, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

Qual é o segredo de uma administração de sucesso?

Milhares de Micro e pequenas empresas brasileiras fecham após os três primeiros anos de vida. A cada cinco novas pequenas empresas criadas no país, apenas uma sobrevive após o terceiro ano de mercado. De acordo com Pesquisas do Sebrae na região metropolitana de São Paulo o índice chega a 58%. Segundo o Sebrae, esses números também servem para todo o país. Os empresários acreditam que as causas são muitas. Alguns citam a crise econômica do país, a falta de incentivos e subsídios do governo, as altas taxas de juros, o acesso restrito ao crédito e a crescente concorrência estrangeira. Mas essa constante preocupação em se buscar culpados parece uma forma de justificar os próprios erros. Todos esses exemplos citados são verídicos, importantes e preocupantes. No entanto, são fatores de ordem externa e de difícil influência por parte do empreendedor isoladamente. A pergunta que fica no ar é: e o administrador, o que ele pode fazer pelo negócio ou empresa? A resposta é simples: planejar, planejar e planejar. Mas, é evidente a falta de cultura de planejamento do brasileiro, que sempre é admirado pela criatividade e persistência. Nos Estados Unidos, o sucesso de empresas em estágio de maturidade é creditado a administradores que planejaram o comportamento da empresa diante do mercado. Isso mostra que uma das principais razões da falência é a falta de planejamento estratégico. Parece estranho afirmar que um plano de negócios é o fator chave de uma gestão. Mas o fato é que o sucesso exige ação e reflexão.

Segredos administrativos Maio 26, 2008

Posted by 50minutos in Você sabia?.
add a comment

 Livro fala como ser o melhor l�der.

Você sabia que nada menos do que 440 mil exemplares do livro O Monge e o Executivo foram comprados em 2007 no Brasil. Obra do norte-americano James Hunter aborda o estilo de liderança servidora. Isto é, a administração em que o líder usa de sua influência pessoal para conseguir que os liderados façam a sua vontade. O sucesso de vendas do livro mostra que o tema liderança desperta o interesse não só de quem lidera, mas também de quem é liderado. Isso por que o desempenho do líder determina o desempenho do grupo. Se o chefe melhorar, tudo à sua volta melhora também. Outro ponto importante é que o interesse dos funcionários sobre o tema pode ser interpretado como um grito de socorro aos milhares de exemplos de más lideranças. Por isso, não importa o cargo que a pessoa ocupa. Qualquer pessoa pode ser um líder e influenciar as outras. Jardineiros, secretárias, diretores ou gerentes, todos independente da posição que ocupam podem influenciar pessoas e, ao fazer isso, estão exercendo liderança.

Dor de coluna Maio 23, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

Cerca de 80% da população mundial tem ou vai ter problemas de coluna.

Cerca de 80% da população mundial tem ou vai ter problemas de coluna. Esse dado não é nada animador. Isso porque os problemas de coluna trazem dores quase insuportáveis. A coluna tem um papel fundamental no funcionamento do organismo. Dela saem 32 pares de nervos em direção a todas as partes do corpo. A persistência em uma postura inadequada, a presença de tensão nervosa ou o uso de cadeiras e colchões de má qualidade podem causar dores terríveis. Em geral, A dor pode vir de músculos, nervos, ossos ou articulações. As dores podem ser constantes ou não contínuas. No começo, as dores começam no pescoço depois nos braços, até chegar na coluna superior ou na região lombar e pernas. Só Nos Estados Unidos a dor na região lombar é a quinta causa mais comum de consultas médicas. Em média, 90% dos adultos experimentam dor na coluna em algum ponto da vida. Normalmente a dor na coluna não é um sinal de problema médico sério. A grande maioria dos problemas são benignos e não progressivos. Mas existem casos raros em que a dor de coluna pode ser um problema médico grave. Quando a dor na coluna dura mais de três meses, ou quando há mais dor na perna do que nas costas, é necessário um diagnóstico mais específico. Existem várias causas para as dores de coluna. Nos adultos com menos de 50 anos, o problema pode ser resultado de hérnia de disco e doença degenerativa. Em pessoas acima de 50 anos, as causas mais comuns são osteoartrite e estenose espinhal. Para quem sofre destes distúrbios, o uso de medicamentos pode ser necessário. Mas, se você ainda não tem esse problema e não quer aumentar os riscos, o caminho é a prevenção. Apenas 10% dos casos de problemas de coluna requerem tratamento ou cirurgia. Geralmente o alongamento e o exercício físico são alternativas eficientes para eliminar de dor de coluna.