jump to navigation

Violência com outra cara Maio 21, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
trackback

Só no Estado de São Paulo foram registrados pela Polcia Federal mais de 50 ocorrências do crime, em 2006.

 

Os casos de seqüestros no Brasil aumentaram nos últimos anos. Só no Estado de São Paulo foram registrados pela Polícia Federal mais de 50 ocorrências do crime, em 2006. Isso significa que 80% dos casos de seqüestro no Brasil acontecem nesse estado. O Serviço de Inteligência da Senasp, órgão ligado ao Ministério da Justiça, explica que os seqüestros estão quase fora do controle. O primeiro caso divulgado pela mídia foi o seqüestro da filha de Sílvio Santos. Desde então, os moradores das grandes capitais, principalmente Rio de Janeiro e São Paulo, estão convivendo com mais uma agressão à família brasileira. Em geral, o seqüestro é feito com o objetivo de extorquir dinheiro, bens materiais, ou mesmo utilizar o seqüestrado como “moeda de troca”. O seqüestrador pode  coagir o próprio seqüestrado ou a família por meio de violência ou ameaça. Mas isso não é tudo. Ainda exitem outros formas de realizar esse crime. É o caso do seqüestro relâmpago, em que a vítima é raptada apenas para fazer saques de dinheiro em caixas eletrônicos. O seqüestro virtual, ou o famoso trote, também tem causado muita dor de cabeça. Nesse caso, o seqüestrador finge que algum parente da vítima está detido. A pessoa é apanhada de surpresa e acaba fazendo o pagamento pelo resgate. Na maioria das vezes, a Polícia não é contactada, porque quem foi enganado não quer passar por idiota. Segundo a Polícia, os bandidos fazem milhares de ligações por ano. Mas muitas acabam em números errados ou as pessoas desligam sem acreditar nos bandidos. Ainda assim, cerca de mil pessoas por ano pagam por um rapto que nunca chegou a acontecer. No Código Penal Brasileiro, o crime de extorsão mediante seqüestro é punido com a pena de reclusão de 8 a 15 anos. O seqüestro também é considerado um crime Hediondos e está insuscetível de anistia, graça e indulto, ou ainda de fiança ou liberdade provisória.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: