jump to navigation

Fazendo de graça Novembro 28, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
1 comment so far

                                 

Existem muitos e vários tipos de problemas a solucionar no mundo inteiro: órfãos, deficientes, fome, degradação ambiental, vítimas de violência, dependentes de drogas, ex-presos, prostituição e outros tantos. Somado a tudo isso ainda existe a inversão de valores da sociedade atual. A família está em crise, a idealização cultural do dinheiro, do lucro e do sucesso econômico também. Para o poder público, a escolarização é uma questão secundária. o trabalho não é visto como um valor cultural, apenas como um meio de garantir sobrevivência. O avanço da tecnologia já mostrou que não vai ser possível resolver as mazelas da humanidade. Até porque muitas descobertas científicas não beneficiam aqueles que realmente precisam delas. Mas, em vez das pessoas dependerem umas das outras, dependem cada vez mais de máquinas e serviços. Mas de quem é a responsabilidade, afinal? Governo, empresas, cidadãos, organizações sociais? A responsabilidade é de todo mundo. Todos nós somos responsáveis por um mundo mais humano, justo e solidário, menos desigual e com mais oportunidade para todos. E de que maneira casa pessoa pode fazer a sua parte? O serviço voluntário e o trabalho do terceiro setor são boas opções. Fazendo isso, ninguém assume o papel do governo, mas tenta complementá-lo. O Estado somos todos nós: cidadãos, empresas e governo.

 

Você já fez algum trabalho voluntário? Qual sua conclusão?

Veja bem! Novembro 27, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
1 comment so far

                                                   

As pessoas vivem num mundo onde a linguagem exige cada vez mais dos olhos. Apesar disso, a visão nem sempre recebe os cuidados necessários. A difuculdade de enxergar, visão embaçada ou, até mesmo, cegueira são características associadas aos mais velhos. Mas, ao contrário do que se pensa, os problemas de visão surgem na infância e adolescência. Pesquisas revelam que uma em cada cinco crianças em idade escolar sofre de problemas de visão. Portanto, a saúde dos olhos deve ser observada desde o nascimento, para que se possa prevenir e tratar, o mais cedo possível, todo o tipo de problema que pode surgir ao longo da vida. Os sintomas podem ser: dificuldade de leitura, piscar muitas vezes ao focalizar um objeto, sensibilidade exagerada à luz, terçol freqüente ou dores de Cabeça. Se algum desses sintomas aparecer, a pessoa deve consultar um oftalmologista com urgência. Muitas enfermidades do olho não causam sintomas até que tenham produzido lesão. Por isso, exames médicos realizados regularmente por um oftalmologista são muito importantes. Já que os casos de cegueira são preveníveis quando diagnosticados e tratados a tempo. Então, nada de ficar com medo de ir ao médico fazer o exame. Você vai ver a vida com outros olhos.

Você ja se preocupou com a saúde de seus olhos? Computador, televisão e poluição podem ser um risco à saúde dos olhos?

Em boa hora Novembro 26, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

                  

O final do ano está chegando e o dinheiro extra da gratificação natalina, mais conhecido como 13º salário, já é esperado por muitos trabalhadores. Até o final do mês, cerca de 68 milhões de brasileiros vão ter a primeira parcela do 13º depositada nas contas bancárias. De acordo com o Dieese, neste ano, o salário extra deve injetar 78 bilhões de reais na economia. Como todo final de ano, parte dos beneficiados vai usar o dinheiro para quitar dívidas, comprar presentes e se preparar para a maratona de contas do início de 2009, que inclui IPTU, IPVA, matrículas e materiais escolares. As pesquisas mostram que 60% dos entrevistados pretendem aplicar o 13º na quitação de dívidas. Mas pagar contas atrasadas pode ser cavar um buraco na areia, se o consumidor não tiver disciplina. Por mais modesta que seja a quantia que sobrar na conta-corrente, após apagar os incêndios financeiros mais urgentes e completar a lista de presentes, ela pode ser aplicada em várias opções de investimento. Por isso, algumas regras úteis podem “esticar” o abono natalino e transformá-lo em um verdadeiro “salvador da pátria”.

 

Você já sabe o que vai fazer com o 13º salário?

Combustível de graça Novembro 25, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

      iespsangue

Todos os dias, em todos os lugares, muita gente precisa receber sangue para continuar vivendo. São pessoas de todas as idades que necessitam de sangue numa cirurgia, acidente ou algum tipo de doença. Pode ser que você não conheça ninguém que esteja agora nesta situação. Mas, amanhã, pode acontecer com um vizinho, amigo, alguém da família ou até mesmo com você. Seja lá como for, é importante que saber que o sangue, principal responsável pelo funcionamento do organismo, só pode ser produzido pelo próprio organismo humano. Por isso, quem precisa de sangue sempre depende de quem doa. Quer dizer: depende exclusivamente do espírito de solidariedade de pessoas saudáveis. Ainda assim, os hospitais e os hemocentros estão com baixos estoques de sangue, necessitando de doadores com máxima urgência. Isso acontece porque muita gente ainda tem medo de doar sangue. Todo o tipo de medo: medo de enfraquecer, de engordar, de se contaminar ou de “afinar ou engrossar” o sangue. Tudo isso não passa de mito. A verdade é que meio litro de sangue a menos não muda nada. Doar sangue é um ato de carinho com inúmeras vidas que podem seguir em frente e agradecer para sempre alguns mililitros que os mantiveram vivos.

 

Você já doou sangue? Por quê?

Prisão de amor Novembro 24, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
2 comments

                 

Depois do caso Elóa, em que a adolescente foi sequestrada pelo ex-namorado ciumento e a história acabou em tragédia, as pessoas começarama se perguntar qual é o limite do ciúme? Será que o meu namorado ou namorada chegaria a esse ponto? E o que fazer nessa situação? Quase todo mundo, algum dia na vida, já teve uma crise de ciúme. O ciúme demonstra falta de auto-confiança, medo de ‘perder’ e complexo de inferioridade. Muita gente acredita que esse sentimento só aparece entre casais. Ledo engano. Até mesmo nos relacionamentos entre pais e filhos, amigos e colegas profissionais o ciúmes surge quase inofencivo. Seja qual for a situação, ciúmes mata, sim. Isso mesmo, ciúme mata. Não o cônjuge, amigo ou colega, mas a própria pessoa que se corroi dia e noite se comparando ou a imaginando algo. Às vezes, o ciúme não passa de puro delírio, outras vezes tem fundamento. Há casos em que o ciúmes é considerado distúrbio paranóico. O portador não diferencia fantasia e imaginação da realidade. O problema é caracterizado por extrema desconfiança, constante busca de provas e confissões. O ciúme obscessivo e compulsivo precisa ser detectado e rapidamente tratado. 

 

O ciúme pode ser o tempero de um relacionamento? Qual o limite para esse sentimento?

Mudança de rumo Novembro 21, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

                          

O ambientalismo está na moda. Desde que o problema do aquecimento global apareceu na mídia, os discursos da militância verde ficaram mais acolorados e passaram a ditar o comportamento, consumo e publicidade. Mas as pessoas devem mesmo ter um comportamento verde? Esta é uma pergunta que cada cidadão deve fazer para si mesmo. Diante da crise ambiental do planeta, das alterações climáticas, da poluição, da extinção das espécies e do desmatamento, que diferença faz as escolhas que se faz? É simples: ter uma hatitude ecológica é importante e serve de exemplo para que outros sigam as mesmas atitudes. Mesmo que seja para acompanhar as tendências de usar uma sacola sustentável, comer uma alimentação mais saudável, escolher objetos, roupas e móveis de baixo impacto ambiental, por modismo ou só para ter a consciência ecológica em paz. Não importa. Tudo vale a pena quando o ambiente é poupado. Muitos ambientalistas defendem a idéia de que não existe mais escolha. As pessoas precisam se comportar de maneira diferente se quiserem enfrentar os desafios do novo século. E comprar verde é o primeiro passo no caminho dessas mudanças. Principalmente porque já estamos vendo as conseqüências de não optarmos por uma vida mais verde: as alterações climáticas.

Vale a pena ter atitudes ecológicas quando os problemas ambientais parecem ser tão iminentes?

Racismo escancarado Novembro 20, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
3 comments

                    

Está na moda falar em consciência negra. Para bem ou para mal, muita gente já ouviu alguma coisa sobre o assunto. Mas será que todos têm noção do significado e importância disso? As pessoas estão cansadas de saber que o Brasil foi escravista. Mas não entendem que o racismo ainda está presente na sociedade. A discriminação étnica permanece disfarçada em coisas que nem se imagina, como na política, cultura, religião ou no dia-a-dia das pessoas. O racismo não acontece apenas quando alguém xinga ou olha um negro com desconfiança, mas nas vezes em que os negros têm menos acesso ao ensino, a moradia digna, saúde, trabalho, renda. O Racismo foi uma peça importante para a construção do capitalismo. Toda a riqueza dos Estados Unidos e Europa é fruto da escravidão e colonização dos países africanos, asiáticos e sul-americanos. Negros e indígenas tiveram riquezas materiais intelectuais e culturais roubadas. Os brasileiros precisam compreender que a desigualdade tem cor, nome e história. O racismo não é um problema dos negros no Brasil e no mundo, mas sim um problema do Brasil e do mundo, que é de negros, brancos e outros mais.

Você acredita que ainda existe preconceito racial no Brasil? O problema é velado ou explícito?

Atrás das grades Novembro 19, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

                          

Quase todos os dias a imprensa noticia a falta de vagas e o estado precário dos presídios brasileiros. As soluções são muitas, mas o que falta é vontade política para determinar o fim do problema. O Brasil tem ao todo 511 estabelecimentos de confinamento, somando aproximadamente 60 mil vagas para presos. Só que existem mais de 130 mil presos no país. Os dados representam um déficit de 70 mil leitos. E ainda existem 275 mil mandados de prisão expedidos e não cumpridos. Cada preso custa por mês para os cofres da nação o total de quatro salários mínimos e meio. Já o gasto geral dos governos federal e estaduais é de 60 milhões num só mês. A situação dos presos é desanimadora em decorrência da superlotação das casas de cárcere e a escassez de recursos financeiros para construção e manutenção dos presídios. Mas qual a solução satisfatória e imediata? Uma das soluções pode ser facilmente encontrada na legislação criminal pátria. Trata-se da adoção de penas alternativas ao invés de penas privativas de liberdade. É bom que se esclareça que isto não significa deixar sem punição os criminosos, e sim, aplicar penas condizentes com a gravidade dos crimes. Nem deixar os criminosos fora das prisões porque não existem dependências nos presídios. O que se quer, na realidade, é que sejam aplicadas as determinações legais já existentes na legislação.

 

As penas alternativas podem ser uma solução para o problema de superlotação dos presídios brasileiros? Você acredita na ressocialização de ex-detentos?

Vida de aposentado Novembro 18, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
add a comment

              

Depois de muitos anos de trabalho, a aposentadoria é sempre aguardada com ansiedade. Afinal, é a hora de curtir a vida. Mas, segundo especialistas e para o espanto de muita gente que sonha com o dia em que não vai ser mais preciso pegar no batente, essa transição entre o fim das obrigações diárias e a época de curtir os netos, viajar e cuidar de si mesmo pode ser apenas uma ilusão na cabeça do aposentado. O trabalhador contribui para a Previdência Social na esperança de viver uma aposentadoria com dignidade. Mas quando se aposenta, descobre que os sonhos foram em vão. O perfil do aposentado brasileiro é o resutado de humilhação, nostalgia, incerteza e falta de assistência médica. A aposentadoria, antes um sonho, agora um pesadelo, coloca a pessoa na triste condição social de cidadão de segunda categoria. O respeito e a vida tranqüila que tanto se sonhou dá lugar ao desespero e à vergonha de ser aposentado. Os fatos mostram a urgência de se promover uma reforma da Previdência Social abrangente, tanto no aspecto econômico, quanto no âmbito social. Caso contrário os trabalhadores sem privilégios vão se lamentar quando a velhice chegar.

Você já pensou o que vai fazer quando a aposentadoria chegar?

Idéia inédita Novembro 18, 2008

Posted by 50minutos in Em debate.
1 comment so far

                      

Todo e qualquer ser humano é criativo. Uns mais, outros menos. A criatividade é algo que não se separa do homem. A pessoa já nasce criativa e  desenvolve o potencial no decorrer da vida. A criatividade pode abrir inúmeras portas no trabalho e na vida. Mas afinal o que é criatividade? Onde fica o original num mundo de copiar e colar? Hoje, cada vez mais é preciso ser criativo para ter espaço no mercado e garantir uma razoável qualidade de vida. Ou seja, todos os dias as pessoas acordam com o dever de buscar novas formas de aumentar os ganhos, garantir e conquistar a empregabilidade, tentar solucionar problemas, criar e desenvolver novos produtos e novas formas de informar e atender. Mas, em geral, a criatividade sempre enfrenta barreiras para existir. A pior delas é a forma de pensar. Isso porque muitas vezes o processo criativo é bloqueado pela própria pessoa. Algumas pessoas se consideram pouco ou nada criativas. O que é realmente um problema para o sucesso na vida. Muita gente não percebe que a iniciativa e a criação dependem exclusivamente de uma predisposição puramente pessoal. A criatividade caminha lado a lado com o erro. Por isso, o fato de errar não deve ser desesperador ou desanimador. Errando é que se conquista a sabedoria que é capaz de tornar um homem simples em um criativo brilhante.

 

O que identifica uma pessoa criativa?