jump to navigation

Cuidados com a pele Setembro 15, 2009

Posted by 50minutos in Em debate.
trackback

desenho_04_08
A pele é um espelho da saúde do corpo e não é nenhum exagero dizer que você estampa nela o seu verdadeiro estado de espírito. Ela é tão intimamente ligada às emoções que ficamos pálidos de medo, vermelhos de vergonha, franzimos a testa se estamos mais preocupados, rangemos os dentes devido ao stress, e assim sucessivamente. A pele pode nos mostrar o ritmo dos seus dias, o tipo de ambiente a que você esta exposto: seja ao sol, vento, ar condicionado, ambientes em que não vemos a luz solar, sob muitos refletores, mal hábitos como o cigarro, bebida, noites mal dormidas, ou seja, a pele revela tudo. E, além disso, pode mostrar a sua personalidade, se mais tímido, se bravo devido a algumas rugas de expressão e alegria. Assim a pele serve como um alerta e um protetor ao meio externo, por isso é sempre importante dar atenção para a ela. Os primeiros sinais da inevitável ação do programa genético que transforma a pele surgem na infância. Nos bebês, ela é lisinha, seca, brilhante. A partir dos 2 anos de idade, as glândulas sebáceas começam a funcionar e provocam a oleosidade. A pele umedece com o suor. Aparecem sinais, manchas e acne. À medida que envelhecemos, ocorrem mudanças significativas também nos principais ingredientes da firmeza e da elasticidade, o colágeno e a elastina. Só que, como o sistema genético varia entre as pessoas, acontece o que parece injusto: algumas peles enrugam antes do que outras. Além disso, as lesões cutâneas demoram mais para sarar em pessoas mais velhas porque há a queda de produção de sebo protetor e de irrigação sanguínea. Os atuais padrões de beleza que exigem pele saudável, macia, jovem e reluzente ajudam a lotar os consultórios dos dermatologistas, sobretudo de pessoas interessadas em prevenir ou combater o envelhecimento. A procura tem aumentado principalmente por causa da preocupação com a aparência. A pele é potencialmente reagente às agressões externas, entre elas a poluição e os cosméticos inadequados, sem falar no estresse. Não é raro sentir na pele aflições do organismo e da mente. Pessoas ansiosas, depressivas e estressadas somatizam seus transtornos na pele. E quase todas as doenças deixam um sinal dérmico que pode ser reconhecido por médicos.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: