jump to navigation

Segurança nas estradas Setembro 25, 2009

Posted by 50minutos in Em debate.
trackback

transito
Infraestrutura logística é um importante agente no desenvolvimento do País. As rodovias, por exemplo, são de extrema importância para a indústria automobilística. Se não houvesse nenhuma estrada não haveria necessidade de veículos. Porém, esse caminho que permite o acesso de um ponto a outro em um território tem sido a linha final para a vida de muitas pessoas. Segundo um estudo do S.O.S Estradas, todos os dias ocorrem, em média, 723 acidentes nas rodovias brasileiras. Deste número, 35 pessoas morrem imediatamente ao acontecimento, 417 ficam feridas e 30 morrem posteriormente. No entanto, na análise do levantamento, as condições das estradas não são os principais fatores que incitam esses acidentes – 90% da causa diz respeito à displicência humana. Apesar de todos os avanços na segurança automotiva e das leis que punem com maior rigor, a imprudência ainda é vista com frequência nas ruas e estradas brasileiras. Velocidades excessivas, rachas e desrespeito à legislação estão entre as maiores causas de acidentes fatais nas rodovias. Hoje encerra a Semana Nacional do Trânsito. Fóruns, debates e discussões alertaram sobre esses e outros perigos nas estradas brasileiras. Mas o que falta para a população tomar consciência da segurança ao pegar o volante? A Semana Nacional do Trânsito acontece anualmente desde que foi instituído o Código de Trânsito Brasileiro, em 1997. A comemoração é obrigatória para todos os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, que devem criar eventos e promover campanhas educativas em todo o território nacional. No entanto comemorar não é o termo mais adequado a qualquer evento que se refira ao trânsito. As estatísticas de mortos e feridos por acidentes permanecem assustando a cada ano. Na última década surgiram iniciativas interessantes que buscam a conscientização popular em relação ao trânsito. Uma das principais é o Dia Mundial Sem Carro, dia 22 de setembro, movimento que começou na Europa nos últimos anos do século 20, e desde então vem se espalhando pelo mundo. A idéia central é refletir sobre os problemas causados pelo uso massivo de automóveis e incentivar formas alternativas de locomoção, como a bicicleta.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: